livro Orgulho e Preconceito

Orgulho e Preconceito: resumo do livro de Jane Austen

Posted on Posted in Filosofia

O livro Orgulho e Preconceito, retrata uma história de amor em meio ao século XIX. Sobretudo, a trama gira em torno de um amor improvável, entre os personagens Lizzie e Darcy. Ou seja, um homem grosseiro e uma mulher contra os ditames do matrimônio, acabam se apaixonando.

Basicamente, Darcy é o típico homem cobiçado aos padrões da época, rico e bonito, que faz parte da burguesia inglesa. Em contrapartida, Lizzie, é totalmente o oposto das mulheres deste século, que eram educadas exclusivamente para o casamento.

Nesse sentido, no decorrer da história, mesmo em meio as intensas brigas entre os protagonistas, o leitor subentende que o final será feliz. Ou seja, que, ainda que aparentemente opostos, ambos foram feitos um para o outro e o “final feliz” acontecerá.

Livro Orgulho e Preconceito

O livro Orgulho e Preconceito teve seu lançamento no ano de 1813. Em suma, a história gira em torno de cinco mulheres, conhecidas como irmãs Bennet. Estas têm uma criação voltada unicamente para encontrarem maridos ricos e serem boas esposas.

Ou seja, passam a vida com ensinamentos para cumprir as regras da sociedade da burguesia inglesa daquele tempo. Porém, Lizzie não consegue se adaptar aos padrões, irredutível quanto aos critérios de um marido ideal.

Desse modo, Lizzie enfatiza reiteradamente que prefere a solteirice, do que a se casar com um homem por interesses financeiros. Em resultado, ao ser apresentada ao rico e arrogante Darcy, sua reação imediata é de repulsa. Porém, durante a história, acontecerão diversas reviravoltas.

Orgulho e Preconceito, de Jane Austen

Neste ínterim, “Orgulho e Preconceito” é uma obra-prima da escritora Jane Austen, que ainda está entre os livros mais vendidos mundialmente.

Em suma, Jane Austen nasceu no ano 1775, falecendo aos 41 anos, no ano de 1817. Embora a obra tenha sido lançada em 1813, o romance literário somente ganhou publicidade após a morte da autora.

Jane tem origem familiar de nobreza agrária, por isso sua escrita possui, sobremaneira, influência com o meio social em que vive.

Resumo do livro Orgulho e Preconceito

A história se inicia quando dois homens ricos, Srs. Darcy e Bingley, aparecem na região onde mora a família Bennet, com cinco filhas solteiras. Neste sentido, a mãe está em uma busca incansável por maridos para as filhas e, agora, vê duas grandes oportunidades nestes homens.

Então, no transcorrer da trama, Sr. Bingley se apaixona, desde o princípio, pela irmã mais velha, Jane. Porém, o protagonismo fica para Sr. Darcy e Lizze, que, à primeira vista, indicam uma relação de rancor e antipatia.

Entretanto, em uma história fascinante, com diversas reviravoltas, o casal acaba por assumir o sentimento recíproco de amor. Assim, ficam noivos, sobrepondo seus orgulhos e os preconceitos enraizados naquele século.

“Orgulho e Preconceito” e a sociedade do século XIX

Constantemente a autora nos remete aos padrões sociais impostos na época, aos quais estipulam regras rígidas e irredutíveis acerca de:

  • educação;
  • cultura;
  • ascensão social;
  • moral;
  • tradições familiares.

Em suma, a história ocorre em uma zona rural da Inglaterra, no início do século XIX. Vale lembrar que nesta época, na Inglaterra, a mulher tinha um único papel: ser mãe e esposa.

Contudo, o preconceito chegava ao ponto de tornar a mulher incapaz de ditar suas próprias vidas. Como, por exemplo, em caso de falecimento do pai, filhas não podem ser herdeiras. Devendo, assim, a fortuna ser transferida para o homem mais próximo da família.

Principais personagens de “Orgulho e Preconceito”

Sobretudo, o enredo de “Orgulho e Preconceito” é composto por diversos personagens envolventes e fascinantes. Em suma, a trama se desenvolve em torno da família Bennet, composta por um e suas cinco filhas Jane, Elizabeth (nossa protagonista Lizze), Mary, Kitty e Lydia.

Lizze é a segunda filha mais velha, e se destaca por sua personalidade forte, totalmente contrária aos padrões sociais impostos. Assim, uma mulher que enxerga além de seu tempo, podemos assemelhá-la a uma vanguardista.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Ainda que seja uma mulher dita como rebelde, encontra o amor no Sr. Darcy. Que, a princípio, se mostra ser um homem arrogante e grosseiro. Porém, durante a história, prova ser totalmente o oposto, um homem gentil, amoroso e de bom caráter.

    Leia Também:  Epicurismo: o que é filosofia epicurista

    Análise do Livro Orgulho e Preconceito

    Em síntese, o livro traz a relação de amor e ódio durante o transcorrer da trama. Sobremaneira pautadas em sentimentos eivados de;

    • preconceito;
    • orgulho;
    • atração;
    • paixão;
    • raiva; e
    • muito amor.

    Em conjunto com o esperado “final feliz”, a autora mostra como era a sociedade inglesa naquele século. Principalmente sobre seus hábitos e valores sociais. Com princípios discrepantes entre o amor e o dinheiro.

    Em suma, “Orgulho e Preconceito” enfatiza como as relações eram construídas por mera ambição. Essa ideia levava a sociedade a utilizar o casamento como uma transação comercial entre as famílias dos noivos. Sem nem sequer pensar se iriam se relacionar bem, quem dirá falar sobre amor.

    Qual mensagem o livro deixou?

    Em síntese, este clássico da literatura inglesa, sobremaneira, traz forte crítica à sociedade do século XIX. A qual regia-se por ambições financeiras, construindo relações através de interesses econômicos.

    Pode parecer um pouco clichê, mas quem não quer casar por amor? Atualmente, é difícil encontrar relacionamentos impostos por familiares. Então, há liberdade para se encontrar o amor. Porém, cabe a escolha do caminho a ser percorrer.

    Portanto, se pensarmos como a sociedade evoluiu, podemos facilmente trazer aspectos daquela época à nossa realidade. Como, por exemplo, ganância, poder, dinheiro, preconceito e desigualdade social.

    Em síntese, o livro é um dos marcos da literatura inglesa, que faz sucesso até hoje. Em suma, a história nos traz a reflexão sobre, de fato, orgulho e preconceito. Principalmente por serem enraizados na mente, bloqueando o que nos realmente importa: amar.

    Amor este de forma genuína, selado pela união, sem qualquer interesse financeiro. Assim como a história dos protagonistas da obra literária: Lizze e Darcy.

    Você já leu este clássico? Se sim, não deixe de comentar abaixo e compartilhar essa experiência literária conosco e qual foi a sua conclusão sobre toda história.

    Ainda, curta e compartilhe este resumo em suas redes sociais. Assim, nos incentivará a sempre continuar produzindo conteúdos de qualidade para nossos leitores.

    One thought on “Orgulho e Preconceito: resumo do livro de Jane Austen

    1. Muito bom resumo literário, parabéns! Penso que em relação ao orgulho e preconceito, não mudou muito, não! A realidade é muito parecida.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.