15 pensamentos budistas que mudarão sua vida

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Os pensamentos budistas são observados por muitas pessoas com o objetivo de alcançar uma vida melhor. Assim, mesmo que não professemos a fé budista, os ensinamentos dessa filosofia tem muito a nos ensinar.

A título de esclarecimento, além de te trazer 15 pensamentos budistas, vamos conversar mais sobre o que é budismo. Discutiremos o que é budismo, os conceitos dessa filosofia e também falaremos sobre quem é Buda. Dessa forma, esperamos que esse artigo te ajude a aprender mais sobre outras culturas, de modo a expandir seus conhecimentos.

Quem é Buda

O verdadeiro nome do Buda é Siddhartha Gautama. Em sânscrito é सिद्धार्थ गौतम,  com a transliteração IAST Siddhārtha Gautama. Contudo, em páli, chama-se Siddhāttha Gotama, por vezes, simplificado para Sidarta Gáutama ou Sidarta Gautama. Você muito provavelmente já ouviu alguma dessas variações, não é?

Ademais, Buda pode ser grafado como Buddha, que em sânscrito é बुद्ध,e significa O Desperto. Ele é o fundador do budismo, que obviamente recebe daí o seu nome.

As fontes primárias de informações sobre a vida de Buda são os textos budistas. Ele foi um príncipe de uma região no sul do Nepal. Você já sabia disso? Contudo, ele renunciou o trono.

Depois disso, Buda se dedicou à busca de um fim para as causas do sofrimento de todos os seres. Durante sua jornada, ele encontrou um caminho de iluminação.

Nesse contexto, também chamamos esse caminho de despertar. Assim, através desse conhecimento, ele se tornou um mestre espiritual e, como dissemos, fundou o budismo.

Não se sabe com exatidão seu nascimento ou morte. Contudo, os estudos atuais indicam que ele morreu em uma data entre 20 anos antes ou depois de 400 a.C.

Sua biografia e ensinamentos foram passados e repassados de maneira oral. Ou seja, ele ensinava as pessoas e depois os seus seguidores repassaram seus ensinamentos. Só 400 anos depois de sua morte é que tudo foi escrito. No entanto, esse intervalo provoca certo ceticismo sobre a veracidade dos fatos entre os estudiosos.

O que é Budismo

O budismo, como dissemos, foi fundada pelo Buda. Essa filosofia, consequentemente, segue os ensinamentos que Buda deixou.

Assim sendo, segundo essa filosofia, a iluminação pode ser alcançada através de práticas e crenças espirituais como a meditação e a yoga.

O budismo, além de ser uma filosofia, é uma das maiores religiões do mundo e tem milhares de praticantes no mundo todo. Assim, seu aspecto mais religioso se destaca com base na fé de que há encarnações e reencarnações de todos os seres. Esse ciclo de encarnação é chamada de Samsara. Vamos falar dela a seguir.

Trata-se da grande meta do budismo alcançar o nirvana através da consciência física e espiritual.

Conceitos do budismo

Agora que vimos um pouco sobre quem é Buda e o que é o budismo, vamos falar sobre os conceitos que o regem. Ademais, depois disso, vamos listar alguns pensamentos budistas que vão mudar sua vida.

Carma

Para o budismo, o carma é a força de samsara sobre alguém. As boas ações e as ruins geram sementes na mente. Assim, essas sementes irão aflorar nesta vida ou nos renascimentos posteriores. As ações positivas são traduzidas como virtude, moral e preceito. Dessa forma, cultivá-las é um conceito importante para o budismo.

Dentro da filosofia budista, toda ação gera uma consequência. Em cada ação nossa há uma qualidade de intenção em nossa mente. Embora essa intenção nem sempre seja demonstrada pelo nosso exterior, sempre está em nosso interior.

Assim sendo, ela determina os efeitos que decorrerão dela. Ou seja, o que importa é nossa intenção. Então, mesmo se fizermos algo bom, mas com má intenção, essa ação terá uma consequência ruim.

Renascimento

Renascimento, para o budismo, é o processo pelo qual os seres passam por uma sucessão de vidas. Esse processo seria uma das formas possíveis de senciência. Porém, no budismo indiano o conceito de mente imutável é rejeitado. De acordo com eles, o renascimento é uma continuação dinâmica que permite um processo de mudança. Aqui a lei do carma é considerada.

O ciclo samsara

O samsara é o ciclo das existências nas quais reinam o sofrimento e a frustração.



Eles são engendrados pela ignorância e pelos conflitos emocionais que dela resultam. A maioria dos budistas acreditam nele, e que ele é regido pelas leis do carma. O samsara compreende os três mundos superiores, sendo eles o dos seres humanos, o espiritual e o deva.

Ele também compreende os três inferiores: animais e seres ignorantes ou inferiores. Eles são julgados pela intensidade de sofrimento.

Leia Também:  A menina que roubava livros e a Psicanálise

Para os budistas, a única forma de nos livrar do samsara é atingindo o estado de total aceitação. Nesse momento, alcançaremos o nirvana e não nos preocuparemos com as coisas que passam.

O caminho do meio

O caminho do meio é um princípio importante para o budismo. Ele seria o caminho que Buda teria percorrido. Você se lembra que falamos desse caminho lá em cima? Há várias definições sobre ele. Assim sendo, dentre elas podemos destacar:

  • Um caminho de moderação entre a autoindulgência e a morte;
  • O meio-termo das visões metafísicas;
  • Um estado em que fica claro que todas as dualidades mundanas são uma ilusão.

As quatro nobres verdades

As quatro nobres verdades foram os primeiros ensinamentos deixados pelo Buda após atingir o nirvana. Elas são:

  1. A nossa vida leva ao sofrimento e mal-estar sempre;
  2. O que causa o sofrimento é o desejo;
  3. O sofrimento acaba quando acaba o desejo. Isso é alcançado com a eliminação da ilusão, e esse seria o estado de iluminação;
  4. São os caminhos que Buda ensinou que possibilitam alcançar esse estado.

Nirvana

O nirvana é o estado de libertação do sofrimento. É a superação do apego do material, da existência, da ignorância. Assim sendo, o nirvana é a grande meta do budismo, afinal, é a extrema paz, a iluminação. É quando um homem comum se torna um Buda.

15 pensamentos budistas que mudarão sua vida

Agora que já falamos sobre o budismo, vamos listar alguns pensamentos budistas que vão mudar a sua vida:

  1. “Tem que haver o mal para que então o bem possa provar sua pureza acima dele.”

  2. “Eu nunca vejo o que tem sido feito, eu só vejo o que resta a ser feito.”

  3. “O caminho não está no céu. O caminho está no coração.”

  4. “Para compreender tudo é preciso perdoar tudo.”

  5. “Melhor do que mil palavras ocas, é um palavra que traga a paz.”

  6. “Mesmo que você leia muitas escrituras sagradas e mesmo que você fale muito sobre elas, o que de bom elas podem fazer por você se não agir sobre isto?”

  7. “É no momento de uma polêmica em que sentimos raiva, já deixamos de lutar pela verdade e começamos a brigar com nós mesmos.”

  8. “O segredo da saúde, mental e corporal, está em não se lamentar pelo passado. Não se preocupar com o futuro, nem se adiantar aos problemas. Mas, viver sabia e seriamente o presente.”

  9. “Três coisas não podem ser escondidas por muito tempo: o sol, a lua e a verdade.”

  10. “Um amigo falso e maldoso é mais temível que um animal selvagem; o animal pode ferir seu corpo, mas um falso amigo irá ferir sua alma.”

  11. “Todas as coisas são precedidas pela mente, guiadas e criadas pela mente. Tudo o que somos hoje é resultado do que temos pensado. O que hoje pensamos determina o que seremos amanhã. Nossa vida é criação de nossa mente.”

  12. “A paz vem de dentro de você mesmo. Não a procure à sua volta.”

  13. “Os seres humanos que se apegam demasiado aos valores materiais são obrigados a reencarnar incessantemente, até compreenderem que ser é mais importante do que ter.”

  14. “Se um homem fala ou age com o pensamento puro, a felicidade o acompanha como uma sombra que jamais o deixa.”

  15. “No céu não há distinção entre oriente e ocidente; As pessoas criam distinções dentro de suas próprias mentes e depois acreditam nelas como verdade.”

E então? O que achou destes pensamentos budistas? Algum deles fez sentido para algum momento pelo qual está passando? Nesse caso, pode valer a pena aplicar e ver os resultados.

Concluindo…

Esperamos que esse artigo tenha te ajudado e que esses pensamentos budistas te ajudem. Agradecemos pela leitura e pedimos para que contribua com a gente nos comentários. Assim, deixe sua opinião, suas dúvidas, suas críticas. Vamos conversar um pouco mais sobre o que você pensa!

Falando nisso, se você tem interesse de saber mais sobre a relação entre os pensamentos budistas e a Psicanálise, o nosso curso de Psicanálise Clínica 100% EAD pode te ajudar. Confira!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 1 =