teste de depressão, 7 perguntas para identificar

Teste de depressão: 7 perguntas para saber

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Atualmente, com a evolução das relações e da sociedade, a depressão é uma doença cada vez mais comum. Considerada o “mal do século”, a depressão provoca, entre tantas coisas, o sentimento de tristeza persistente. Se você suspeita estar passando por isso, o teste de depressão te ajudará a descobrir. Além disso, é importante consultar um médico para, assim, ter um diagnóstico real.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão atinge mais de 300 milhões de pessoas no mundo, e esse número vem crescendo. Assim, é muito importante além de realizar o teste, buscar auxílio profissional. O primeiro passo para o tratamento é, sem dúvidas, obter um diagnóstico.

Quer ter uma prévia e saber se é a hora de buscar um médico? Então confira a seguir 7 perguntas que vão te ajudar a descobrir se você tem depressão.

Teste de depressão: faça o teste e descubra

Muitas vezes, a depressão pode ser confundida com episódios de tristeza duradoura. Para evitar esse engano, é necessário saber diferenciar a doença de situações específicas que levam a tristeza.

Pensando nisso, selecionamos 7 perguntas para auxiliar você a descobrir se o que você sente é tristeza ou depressão. É importante lembrar que o teste de depressão a seguir deve ser realizado pensando nos últimos 14 dias.Responda “Sim” ou “Não” para as perguntas a seguir e confira o resultado ao final do teste.

  • Você perdeu o interesse em atividades que antes eram prazerosas?

Um sintoma muito comum em quadros depressivos é a perda de interesse em hobbies e atividades que costumava realizar. Dessa forma, o indivíduo perde a vontade de fazer as coisas que gostava, preferindo, por vezes, ficar deitado em inércia.

Para exemplificar, se uma pessoa tinha o hábito de sair com os amigos e de repente se vê evitando ambientes sociais, é bom ficar atento. Ainda mais porque é comum que o depressivo vá se afastando aos poucos de todos ao seu redor.

  • Você tem um sentimento persistente de tristeza?

É inegável que muitas pessoas confundem o sentimento de tristeza com a depressão. A tristeza faz parte da vida e advém de diversos fatos ocorridos no cotidiano. No entanto, se o sentimento de tristeza for persistente e parecer ser causado sem motivo aparente, pode ser um sintoma de depressão.

Além disso, essa tristeza pode estar acompanhada por sentimentos de desesperança, inutilidade ou desamparo.

Portanto, é comum que o depressivo se sinta incompreendido, culpado e sozinho. Logo, a pessoa tende a persistir ainda mais naquela profunda tristeza.

  • Você percebeu uma maior dificuldade para se concentrar?

Uma pessoa deprimida é frequentemente invadida por uma série de pensamentos confusos. Como consequência, a falta de atenção e a dificuldade de concentração tornam-se comuns. Desse modo, essa pessoa pode se esquecer de realizar tarefas simples do cotidiano e ter a sua produtividade reduzida significativamente.

Um fato preocupante é que se a depressão não for tratada, essas falhas mentais podem desenvolver “demência” no paciente. Em outras palavras, se esse sintoma progredir, a pessoa deprimida pode deixar de realizar qualquer tarefa.

  • Você se sente mais cansado frequentemente?

Normalmente, uma pessoa que está em um quadro depressivo apresenta queixas de cansaço e falta de energia. Assim, para uma pessoa depressiva, qualquer atividade pode ser incrivelmente difícil de se realizar. Isso ocorre devido a apatia, ou seja, a falta de ânimo para fazer qualquer coisa. Existem casos em que as pessoas deprimidas não conseguem nem mesmo levantar da cama. Com isso, ficam dias sem tomar banho ou escovar os dentes. Também deixam de se alimentar, o que aumenta mais o cansaço e a falta de energia.

Esse sintoma interfere diretamente na capacidade de produzir do indivíduo. Portanto, desde o trabalho às atividades de casa são prejudicados. Se a pessoa não obter a ajuda necessária, a situação pode se agravar.

  • Você percebeu o seu apetite reduzido ou exagerado?

A pessoa com depressão pode ter os seus hábitos alimentares mudados por causa da doença. Assim, se você costumava comer mais e passou a comer bem menos, ou vice-versa, pode ser um dos sinais de depressão. As mudanças hormonais nas pessoas depressivas levam a alterações no corpo, uma delas pode ser a mudança no apetite.

Esse sintoma tende a aparecer mais em casos isolados. No entanto, quando associado a outros sinais de depressão, pode ser um fator determinante. A depressão se manifesta de maneira diferente em cada um, por isso é importante estar atento a diversos fatos.

  • Você chora frequentemente?

Muitas vezes, a depressão pode ser percebida pelo choro constante e sem motivo. Dessa forma, se você notar que a frequência com que você chora aumentou significativamente, fique atento. Este pode ser um fator que, quando associado a outros sintomas descritos nessa lista de perguntas, pode caracterizar a doença.

Contudo, é bom lembrar que enquanto algumas pessoas deprimidas choram frequentemente, outras nunca choram. Além disso, chorar muito não significa que a depressão é mais grave do que naquelas pessoas que não choram. Portanto, deve-se levar outros fatores em conta.

  • Você já pensou em cometer suicídio?

Quando a depressão evolui para um quadro mais grave, as chances de tentar suicídio aumentam significativamente.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ


Nessa situação, o suicídio é visto pela pessoa como a solução para acabar com toda a dor e sofrimento.

Assim, frases como “Eu não aguento mais”, “Estou cansado de tudo” e “Eu queria morrer”, podem ser ouvidas por aqueles que são próximos. Portanto, é de extrema importância que os amigos e familiares não deem as costas nesse momento.

Caso você esteja passando por isso ou conhece alguém que pensa em cometer suicídio, procure um profissional qualificado e verá como um bom tratamento traz excelentes resultados. Vale sempre lembrar que o Centro de Valorização à vida está sempre acessível para conversar caso você esteja pensando em tirar a sua própria vida.

Resultado

Verifique o resultado abaixo conforme as respostas obtidas.
Se você respondeu “Não” para a maioria das perguntas:

É provável que você não se encaixe no quadro depressivo. No entanto, como você resolveu realizar um teste de depressão, isso pode indicar que alguma coisa não vai bem. Portanto, o mais indicado é procurar um profissional para tirar as suas dúvidas.

Se você respondeu “Sim” para 3 ou mais perguntas do nosso teste de depressão:

Você deve procurar ajuda agora mesmo! A depressão é uma doença séria e, se não for tratada, pode levar a outras doenças e até mesmo a morte.

Se você não se sentir confortável para falar com um profissional logo de cara, converse primeiro com algum amigo ou familiar. Mas, cuidado: um amigo ou familiar não substitui a necessidade de um médico!

Conclusão sobre o teste de depressão

Através das informações presentes nesse teste de depressão, você entendeu um pouco mais sobre os sintomas desse quadro e suas consequências. No entanto, nenhum teste online dispensa a avaliação médica ou psicológica.

Se você suspeita estar com depressão, você deve procurar um médico psiquiatra ou um psicólogo para obter um diagnóstico completo. Apenas com a ajuda desses profissionais você poderá se cuidar adequadamente. Não deixe para a última hora!

Está precisando de ajuda agora? Disque 188 para contactar o Centro de Valorização à Vida!

Se você se interessa pelo assunto e quer aprender mais, conheça agora o nosso curso de formação em Psicanálise Clínica. Através do curso, você pode agregar conhecimento para a sua vida, além da possibilidade de ajudar o próximo. Ademais, também vai aprender tudo sobre a visão psicanalítica da depressão. Conheça agora mesmo!

 

 

 

 

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 7 =