uma hora a gente cansa

Uma hora a gente cansa: chegou o momento?

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Viver não é uma tarefa nada fácil. Parece que nós recebemos golpes baixos o tempo inteiro em alguns momentos. Alguns são tão, mas tão baixos, que não conseguimos nem nos recuperar. Uns nos atingem quando somos imaturos, enquanto outros vêm de pessoas que caminharam conosco nossa vida inteira. Uma hora a gente cansa e chega a nossa vez de desapontar e dar notícias que as pessoas não querem ouvir. Contudo, confira se chegou o momento.

O momento certo para cansar de algo

Assim como viver, tomar uma decisão não é uma tarefa fácil. Enquanto a vida é completamente imprevisível, não podemos dizer o mesmo de uma decisão. Ainda que você não consiga prever exatamente quais serão as consequências de sua decisão, há uma parte delas que é possível visualizar. No que tange os relacionamentos e o término dos mesmos, a decisão fica ainda mais complicada, pois sempre envolve outras pessoas. 

Para alguns, pensar demais em todo mundo acaba sendo um fator de retração. Por causa dos filhos, mulheres abusadas por seus maridos se submetem a feridas profundas por mais tempo. Por chantagens emocionais vindas dos pais, filhos não têm a oportunidade de viver as próprias experiências. Muitos acabam sacrificando a escolha da carreira, dos cônjuges e de muitas outras coisas totalmente individuais.

Por outro lado, dizer que uma hora a gente cansa muitas vezes não é necessário. Pessoas que nunca se comprometeram de verdade com seus cônjuges querem usar essa desculpa para trair. Pais relapsos querem se esquivar da obrigação emocional ou até mesmo financeira que devem exercer sobre a vida dos filhos. Enfim, viver com outras pessoas gera uma onda de consequências previsíveis e imprevisíveis que dependem de sua decisão.

Situações desgastantes que podem nos levar a dizer que uma hora a gente cansa

Pensando em tudo isso que elencamos mais acima, julgamos importante apresentar algumas reflexões sobre o momento de terminar um vínculo. Em alguns casos, trata-se de um relacionamento amoroso. Contudo, em outros trata-se apenas de algo que você construiu na sua vida, mas que agora não faz mais sentido. De fato, uma hora a gente cansa de pessoas, mas também de limites, crenças e imposições que são descartáveis.

Namoro

O namoro é um período excelente para dizer que uma hora a gente cansa. Não dizemos isso porque você pode terminar seus relacionamentos a torto e a direito apenas porque está namorando. Na realidade, o que queremos dizer é que você tem um nível de comprometimento que ainda não sacrifica grandes blocos de sua vida ou da vida de alguém. 

A não ser que você esteja namorando por muito tempo, em uma relação que você já compreende como um casamento, sinta-se à vontade para colocar um ponto final na relação. Afinal de contas, é para isso que você permaneceu em um relacionamento de grau mais moderado. Ao conhecer seu parceiro, observou que a vida a dois com ele não vale a pena por motivos particulares. Caso tenha sentido que chegou o momento, termine.

No entanto, não o faça pensando em motivos mesquinhos. Uma traição ou abuso são motivos legítimos para dar fim a um vínculo, assim como o repúdio e a mudança de sentimento. Você não é obrigado a gostar de alguém para todo o sempre. Contudo, pense bem sobre o s motivos que levam você a dar fim a relacionamentos que são bons. É possível que esteja preso a um padrão de autossabotagem, por exemplo.

Leia Também:  Significado de Superar no dicionário e na psicologia

Casamento

No entanto, quando chega o casamento o encerramento de um vínculo se torna algo muito mais complicado. Se o casal tem muito tempo de união e, além disso, filhos, fica muito mais difícil dizer adeus a um relacionamento. Com o casamento, famílias se unem e muito se faz em conjunto. A hora do rompimento é mais dolorosa, pois divide-se ao meio uma instituição que havia deixado de ser duas pessoas para ser uma só.

Contudo, chegou o momento de dizer adeus sim quando há violação dos direitos humanos. Nenhum marido ou esposa tem o direito de violar o bem-estar de seu cônjuge por interesses próprios, o que quer que seja. Não há doença, vício ou religião que justifiquem o assédio moral, sexual ou questões como a alienação parental.  Assim, quando há crime, é indiscutível a legitimidade que tem o processo de separação.

Nesse contexto, pessoas com casamentos extremamente complicados (porém sem abuso) podem sentir que o fim de seu relacionamento não é legítimo. Para casos assim, é necessário que o casal se esforce em conjunto para definir o que desejam para seu futuro.

Filhos

O abandono de um filho está fora de questão nesse texto. Embora o relacionamento entre pais e filhos muitas vezes consiga ser muito tóxico, o vínculo entre as partes é eterno.  Não há pai que deixe de ser pai, ainda que deseje cortar relações com sua descendência. Nesse caso, em que há um elo consanguíneo, as consequências do abandono podem ser absolutamente devastadoras. Para as duas partes, que fique claro.

Assim, é muito importante que na hora dos problemas e em que você diz que uma hora a gente cansa, você entenda a origem do sentimento. Cansa por quê? O sentimento é legítimo e totalmente permitido, mas o abandono não é. Caso esteja se sentindo exausto e com problemas profundos, uma terapia pode ajudar. Já há hoje muitos modelos de terapias em grupo, sistêmicas, em que problemas de relacionamento são analisados holisticamente.

Trabalho

Agora que já falamos bastante de relacionamentos importantes e a consequência do término dos mesmos, chegou a hora de falar sobre o que faz bem para você. Caso o seu trabalho, por exemplo, já não faça mais sentido, não há nada que te obrigue a continuar desempenhando a mesma função para sempre. Por outro lado, é possível que o problema esteja na instituição e não na função. Se assim for, basta trocar de emprego.

Falar assim parece simples, mas uma vez que você tomar a decisão de sair da empresa e se engajar para conseguir um emprego novo, conseguirá uma recompensa satisfatória. Todos entendemos que uma hora a gente cansa de ficar no mesmo lugar. Se você se sente desvalorizado, diminuído ou até mesmo maltratado pela instituição a que presta seus serviços, chegou o momento de dizer adeus.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Estudo

Caso você que está nos lendo seja jovem, gostaríamos de dizer para você que não é necessário terminar aquela faculdade se isso não faz mais sentido. Embora muitos de seus colegas consigam terminar o curso que escolheram ainda na adolescência, as trajetórias de vida não são as mesmas para todo mundo. E sabe de uma? Está tudo bem. O importante aqui é que você não se condene a anos de sofrimento e desgosto. Se quiser escolher outro curso, faça isso!

Leia Também:  Carta de apresentação: dicas para falar de si

Considerações finais sobre as situações em que uma hora a gente cansa

Hoje nós conversamos um pouco sobre situações que nos fazem dizer “uma hora a gente cansa!”.  Você viu que algumas até dá para terminar, se livrar, enquanto outras precisam de tratamento. Nesse contexto, o importante é pensar no que faz bem para você, mas sem desconsiderar o bem-estar do outro. Assim, busque o equilíbrio. Para isso, que tal se matricular em nosso curso de Psicanálise Clínica EAD? É um ótimo jeito de começar!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 − um =