Lacan

Lacan: vida, obra e diferenças com Freud

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Trabalhando nos recônditos pouco definidos da mente humana, Jacques Lacan desencadeou uma onda, por vezes controversa, no mundo da psicanálise. De modo pouco ortodoxo, revolucionou e conduziu estudos na área e se tornou uma referência, tendo influenciado outros pensadores de seu tempo.

Origem

Nascido em Paris no despertar do século XX, Jacques-Marie Émile Lacan, o mais velho entre três irmãos, encontrou as melhores condições de vida possíveis desde o nascimento. Sua família navegava num rio próspero financeiramente, graças ao trabalho como comerciantes de tecidos e algumas variações em alimentos. Tais atividades galgaram a família num excelente posto de classe econômica.

Entretanto, em detrimento da prosperidade econômica, a família carregava conflitos de ordem estrutural e principalmente religiosa. A avó de Jacques, Marie Julie, fora criada sob preceitos rígidos da igreja católica e subvertia o marido Émile às vontades dela. Não o bastante, tentava regrar a vida do filho, Alfred, pai de Jacques, mas isso acendia uma chama de conflito entre ela e a nora, que demonstrava incômodo com a situação na mesma altura do autoritarismo da sogra.

Estudando em colégio guiado pelo catolicismo, chamou atenção por desenvolver-se rapidamente no ensino e trilhou os primeiros degraus em sua extensa jornada acadêmica. Ainda na adolescência, em meio ao estopim da Primeira Guerra Mundial, se destacava dos demais por seus pensamentos críticos ao mundo. Foi nesse interim que encontrou o trabalho do filósofo Baruch Espinoza, que reverberaria em seu futuro como psicanalista.

Trabalho

Contrariando o pai, iniciou os estudos no curso de Medicina por volta dos 19 anos de idade. Enquanto estudava os mecanismos da mente atuando no corpo na Neurologia, se dedicava à literatura e filosofia. Isso o aproximava ainda mais de suas tendências surrealistas.

Devemos nos ater ao encaixe disso. O movimento surrealista visa a exploração de planos pouco compreensíveis e explorados: o inconsciente, o abstrato, o irregular. Lacan, como psicanalista, encontra um canal pelo canal o seu trabalho flui naturalmente.

Vida pessoal

Criados numa casa rompido pelas amarras cristãs, Lacan e seus dois irmãos seguiram caminhos próprios e se afastaram da família. Enquanto sua irmã Madeleine Marie Emmanuelle casaria com seu primo e montaria residência em um país distante, sou irmão caçula Marc Marie ingressaria na rota religiosa, tornando-se um monge beneditino e passaria a se chamar François. Lacan conheceu Marie-Louise Blondin, tendo três filhos com ela: Caroline (1937), Thibault (1939) e Sybille.

Ainda casado, entrou em contato com a atriz Sylvia Bataille. Enquanto Marie-Louise proporcionava um pacato posto como marido e pai de família, Sylvia o tirava da zona de conforto. Aceitando Lacan como ele é, era a chave para que o psicanalista aproveitasse de um lado menos rígido e mais divertido da vida: as noites na burguesia francesa. O casamento com Marie se dissolveu quando o próprio expôs o caso com Sylvia, nascendo mais uma filha chamada Judith.

Comparações

Devido à influência e o resgate do trabalho de Freud em sua obra, Lacan é frequentemente comparado ao seu predecessor. Ainda que trabalhem de maneira complexa, é possível identificar as nuances de cada pensador.

Segundo Freud, o homem responde a sua consciência através dos seus desejos. Já Lacan afirma que temos que decidir sobre o indeciso.

Freud elabora a teoria de introjeção: a absorção das qualidades de outras pessoas.

Lacam ensinava unicamente falando

Uma das características mais marcantes de Lacan era o seu ensinamento feito de forma oral. Em vida, publicou apenas um livro, intitulado Escritos, que contém suas reflexões em forma de artigos, estruturais para a psicanálise. Devido a esse comportamento, discípulos e admiradores transcreveram suas palestras em seminários. Nesse contexto, são quase trinta arquivos que servem de pilares à psicanálise moderna.

Características do trabalho de Lacan

Ainda que trabalhasse de forma complexa, Lacan mantinha certos aspectos em seu modo de trabalho. Seu movimento tornou-se referência pela linguagem abrangente e difícil, por vezes, de ser interpretada.

Vocabulário: adota outro caminho para expor as suas ideias, diferenciando-se da linguagem usada por Freud. Ele dá poder ao uso da palavra.

Insatisfação gera a busca: o psicanalista afirma que “toda produção excessiva de conhecimento é o produto de alguém que está na posição de não sustentar nenhum saber”.

O Outro é real: o trabalho é pautado no argumento de que o inconsciente se encontra com o consciente em algum momento. O Outro é um lugar específico, inverso, que nos faz enxergar a nós mesmos. Ao mesmo tempo em que nos reconhecemos nele, o estranhamos.

QUERO INFORMAÇÕES PARA ME INSCREVER NA FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    O valor da linguagem: o pensador primava pela função da palavra inserida e conduzida pela linguagem.

    Abordagem flexível: o Lacanismo trabalha de maneira não dogmática, não se prendendo a qualquer padrão de ensinamento.

    Atendimento: enquanto a maioria dos psicanalistas trabalhava sob o sistema que estamos acostumados atualmente, entre 40 minutos e uma hora, o criador do Lacanismo desenvolveu um sistema menos crítico. Há relatos onde as sessões duravam poucos minutos, o que escandalizava outros profissionais e pensadores da época.

    O inconsciente é estruturado como uma linguagem

    “A verdadeira diferença entre uma ideia inconsciente e uma ideia pré-consciente ⸺ um pensamento ⸺ consiste em que o material da primeira permanece oculto, ao passo que a segunda se mostra envolta com representações verbais… Estas representações verbais são restos mnêmicos”.

    Leia Também:  Turismo de experiência: o que é?

    Trabalhando e complementando essa citação de Freud, concluímos que a parte obscura da mente também está à mostra. O inconsciente de Lacan também está configurado na linguagem, se manifestando através da fala do indivíduo. Ademais, a linguagem propriamente dita revela o que não é visível aos olhos, como gestos, comportamentos e vontades.

    Lacanismo

    O objetivo básico do Lacanismo é entender o que aflige uma pessoa. O psicanalista pouco intervém durante o desabafo do paciente, evitando comentários elaborados que possam distrair o inconsciente dessa pessoa enquanto ela está trabalhando. Ainda trabalhando sob o poder da palavra, o profissional ouve o que é dito e o que não é.

    A controvérsia se mostrou uma característica inerente para Lacan. Desde a infância, desafiava padrões físicos e comportamentais, mas sempre se sobressaindo, carregando um pensamento crítico, provocador e desafiador. Era capaz de tirar qualquer pessoa da zona de conforto. Graças a ele, a psicanálise ganhou roupagem nova, revolucionando padrões de pensamento e influenciando outros pensadores.

    Outra característica que define o seu trabalho é enxergar além do óbvio. Os ensinamentos do Lacanismo atingem os objetivos através do uso certeiro das palavras, enxergando as entrelinhas de cada pensamento e traduzindo isso de forma oral. Notavelmente, como dito algumas linhas acima, escreveu oficialmente apenas um livro, tendo seus ensinamentos transcritos por admiradores em rica coletânea.

    Puxando o gancho da palavra, se gostou do artigo e quer descobrir mais, fala conosco e conheça os nossos cursos. Alimentados pela curiosidade, trabalhamos de forma dinâmica, fornecendo abordagens mais criativas durante as aulas, aguçando a visão do aluno para o mundo que nos cerca.

    37 thoughts on “Lacan: vida, obra e diferenças com Freud

    1. Maria Assunção Oliveira Quintanilha disse:

      Sensacional. Ótimo texto acima. Lacan é incrível, embora eu tenha me encantado me dedicado a Jung e a Freud. A teoria de Freud tem me feito analisar e muito, o meu inconsciente e tentado com isto decifra-lo de maneira pessoal.
      Hoje em dia penso que a hora de dormir é hora de acordar o intercâmbio com a corda bamba mental. Misteriosas informações acompanhadas de situações banais e rotinas embaralhadas. Angustias antecipadas, enigmas para seres desvendados. A loucura de se encontrar a lucidez. Um lugar no escuro que não completa ninguém. Eis o inconsciente.
      Maria Assunção Oliveira Quintanilha , estudante do curso psicanálise clinica.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Gratidão pelas suas palavras, Maria, foram bastante pertinentes. Equipe Psicanálise Clínica.

      2. Antônia Carvalho Teixeira disse:

        Amei seu comentário. Bem esclarecedor.

    2. Simone Leal Varnier disse:

      Estou iniciando meu curso de psicanálise. Pois desde criança tenho paixão por desvendar a mente humana. Quero aprender com Freund, Jung, Lacan e outros, os ¨mistérios¨da mente consciente e inconsciente e me descobrir cada vez mais, e me sentir livre e poder libertar os que sofrem através da interpretação da fala, gestos e comportamentos. Gratidão.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Prezada Simone, parabéns pela sua decisão de estudos, que certamente irá atender ao seu desejo pelo conhecimento, autoconhecimento e em ter mais fundamentos para ajudar outras pessoas. Equipe Psicanálise Clínica.

    3. ivete cortes disse:

      Estou maravilhada com a possibilidade de entender um pouco da mente humana, obrigada por me permitir e conduzir a esta viagem.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Ivete, gratidão por suas palavras generosas. Conte conosco durante todo o Curso. Equipe Psicanálise Clínica.

    4. ana keila pires ceculini disse:

      começando o curso neste mês e o material didático esta muito interessante, muito material para ler, agora é adentrar no mergulho da literatura e responder as provas e as redações com muita dedicação e concentração, estou muito feliz de participar desta escola. muito obrigada por esta nutrição psicanalitica que tanto vinha buscando e consegui chegar até aqui.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Ana Keila, gratidão por estarmos juntos e por suas palavras generosas. Conte conosco nesta jornada. Equipe Psicanálise Clínica.

    5. Cristiano Ferreira disse:

      psicólogo desde 2012 e utilizando a psicanálise como ferramenta de trabalho, hoje rememoro e me deleito nesse curso, aprofundando e conhecendo autores que compõe esse maravilhoso e florido jardim que é a psicanálise. Parabéns pelos conteúdos postados.

    6. MARIA ROSA FIGUEIRA DE SOUZA disse:

      Sou apaixonada pela psicanálise e tomei a decisão certa em iniciar esse curso, a mente humana é complexa e fascinante, o inconsciente é um tema que me causa inquietude, desse modo, eis me aqui, pronta para aprender e buscar sempre mais conhecimentos. Obrigada pela oportunidade.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Olá, Maria Rosa. Nossa gratidão por seu feedback Conte conosco na sua trajetória. Equipe Psicanálise Clínica

      2. Amanda Bassani disse:

        Parabéns a todos nós que tivemos essa sabia decisão de fazer esse curso, em busca de conhecimento para ajudarmos nós mesmos e aos outros que também precisam.
        Estou feliz por estar começando esse curso. Gratidão

    7. neusa mauricio cavalcante neves disse:

      Há muito tempo desejava iniciar o curso de psicanálise, estou amando…vejo que será uma viagem sem fim, e desta viagem espero trazer lembranças inesquecíveis, que se tornaram presente em minha vida, e quem sabe poderei presentear muitas pessoas através dela…
      Grande abraço a toda equipe da psicanálise clinica.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Neusa, gratidão pela sua companhia e pelas palavras de incentivo 🙂

    8. neusa mauricio cavalcante neves disse:

      Há muito tempo desejava iniciar o curso de psicanálise, estou amando…vejo que será uma viagem sem fim, e desta viagem espero trazer lembranças inesquecíveis, que se tornarão presente em minha vida, e quem sabe poderei presentear muitas pessoas através dela…
      Grande abraço a toda equipe da psicanálise clinica.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Neusa, gratidão pela sua companhia e pelas palavras de incentivo 🙂

    9. Lídia Silva disse:

      Iniciei o curso de psicanálise e estou enfrentando algumas dificuldades, n~~ao estou conseguindo absorver o conteúdo, talvez por estar acostumada com cursos online onde as aulas são mais interativas e com suporte. Não entrei sem conhecer totalmente o assunto, pois já havia feito cursos rápidos de introdução a psicanálise, psicanálise para inciantes, etc…Vou reiniciar o curso do zero em uma nova tentativa, ignorando inclusive minhas anotações.Me sinto decepcionada e um pouco frustrada por não estar conseguindo evoluir no curso.

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Lídia, tudo bem? Muito obrigado por sua mensagem. Depois desta sua mensagem, todo o material foi ampliado. Agora, temos recursos adicionais, que farão a diferença no sentido do que você falou. Por exemplo: temos lives praticamente todas as sextas-feiras (as gravações ficam disponíveis para alunos); temos grupo de whatsapp para interação entre alunos; temos vídeo-aulas novas adicionadas em todos os 12 módulos do curso; além dos encontros ao vivo de supervisão/análise que fazem parte da etapa prática do Curso de Formação. E você pode também enviar dúvidas pelo whatsapp do Curso ou pelo Fale Conosco, um professor responderá diretamente a você. Conte conosco nesta sua retomada 🙂

    10. Sueli Alves Franca de Andrade disse:

      Gratidão, é tudo que tenho por essa oportunidade de estar fazendo esse curso. Estou no modulo 2, eu e meu esposo. Estamos amando.

    11. Uma das mais guardadas expectativas, começar de uma vez o Curso, agora eis que a tão sonhada oportunidade de vivenciar à pratica de estudando me autoconhecer e pela expansão gerar frutos de bem viver aos que procuram estabilizar suas vidas.Agora é real e eu vou.Bom fim de e semana à todos
      Deus os abençoe
      Cármen Lúcia Fernandes Guimarães
      Acadêmica

    12. Meu trabalho como assistente social tem sido enriquecido pelos conhecimentos adquiridos nesse curso, não basta apenas mostrar o caminho para o acesso aos direitos , é necessário abrir sua mente ao entendimento de si…fazê-lo pensar por si próprio e descobrir a chave q abrirá toda as portas…a psicanálise é o caminho….gratidao infinita a essa escola e a todos os autores por essa maravilhosa jornada!

    13. José Eduardo Alves Santos disse:

      Penso que a introdução da linguagem (significado/significante) foi uma extraordinária ideia de Lacan, quanto ao acesso aos conteúdos que subjaz o sistema consciente do ser.

    14. Fátima Regina Quagliani disse:

      Muito bom ler esse texto. Estou iniciando o módulo 3 do curso e estou amando todo o conteúdo. Que, diga-se de passagem, bem extenso e elucidativo. Me nutro de cada palavra, sonhando em conseguir mais tempo para aumentar minhas leituras e conhecimento. Lacan é um próximo convidado a minha leitura. Sou Orientadora e exerço muito a prática de escuta e aconselhamento. Gratidão.

    15. Iris Milena da Cunha Ramos disse:

      Iniciando os primeiros estudos em Psicanálise. Muito interessante entender a vida e o contexto histórico vivido por esses grandes pensadores. Obrigada a toda equipe da Psicanálise Clínica!

    16. Antonio Rodrigues Nunes disse:

      Quem somos nós?… O homem natural e o homem eminentemente social, fruto do senso comum, refreado na sua natureza por “normas, regras, regulamentos, leis, costumes, cultura, religiões, etc” , enfim, todo o aparato social. Não adveria daí, a neurose moderna, o desequilíbrio psicológico ? Podemos comparar a influência do nosso desenvolvimento nas fases psicosexuais (freud) e o aparato de contenção, estimulação e castração dos tempos modernos ?…. – Todas estas questões me levaram ainda jovem a buscar “Jung” em meus estudos místicos. E hoje busco no Curso de Psicanálise, mais luzes, que possa responder o comportamento do homem em suas relações sociais, e a transição de uma sociedade, que parece estar, em decadência.
      Abraço a todos os colegas do curso.

    17. Suelí Schauble de Moura disse:

      Com 54 anos e ainda no início do curso estou como uma criança dentro de uma caixa de brinquedos, bola, bala, e chiclete com Freud, Lacan, Jung e Charcot, livros, meias e sapatos ID, EGO E SUPEREGO, Winnicott, histeria, Ambivalência, atá ninguém está entendendo nada né? Mas é isso mesmo é um pouco de loucura misturada com lucidez, eu imaginando como foi o INTERNACIONAL PSYCHOANALYTICAL ASSOCIATION o famoso IPA, são 2:54 da madrugada e eu estou pulando de um livro para o outro exatamente como a criança dentro da caixa de brinquedos, passei 17 anos da minha vida com depressão e foi aqui que encontrei-me com a serenidade da minha mente, acho que é besteira dizer que estou amando, amar e pouco pelo pouco que adentrei nesse curso e pelo muito que já colhi lendo sobre tudo isso que comentei. Grata!

    18. Reinaldo dos Santos Rangel disse:

      Olá!
      Excelente exposição da Obra de um aluno( Jacques Lacan ) e admirador de seu mestre, que teve à audácia, para romper outras barreiras , e seguir seus instintos podemos ver isso nessa linda comparação; ” Segundo Freud, o homem responde a sua consciência através dos seus desejos. Já Lacan afirma que temos que decidir sobre o indeciso. ” Decidir sobre o indeciso, quão grande é esse desavio, creio para todos nesse presente século, estudantes da mente ou não. Tenho estudado Psicanálise à alguns anos, minha formação é filosófica e teológica, me deparei com esse Curso ou Escola e após algumas semanas de pesquisa em seus materiais publicado e claro a “relação custo e benefícios”, me matriculei. Estou muito feliz e satisfeito, espero aprender um pouco mais, no intuito de me ajudar e poder ajudar os outros nesses difíceis e misteriosos caminhos de nosso Inconsciente. Meu objetivo é avançar um pouco mais nesse caminho da Psicanálise, Freud, Lacan, Renato Mezan, Luís Claudio Figueiredo, Ivanise Fontes, P.Fédida, J. Kristeva e tantos outros, autores consagrados nessa temática. Podendo assim somar juntos a esses nomes, avanços e quem sabe assim algum dia, podemos citar o verso bíblico: “..: Haja luz;..” e haverá luz sobre os então caminhos escuros do Inconsciente.

    19. maria domingas disse:

      Na minha profissao anterior da qual hoje sou aposentada ,ja via a importancia de ouvir o outro durante um acolhimento .
      E agora vejo que é o certo a se fazer .

    20. Sandra L. Eilert Vasconcelos disse:

      Observa-se que para Lacan, o universo só passa a ter sentido, no momento em que o indivíduo percebe-se através da compreensão das significantes do mundo exterior, da linguagem e da alteridade, o eu passa a existir pela compreensão imagem do outro.
      O texto mostrou que Lacan , mesmo tendo sido aluno de Freud, divergiu ao não se prender a padrões de ensino e porque encurtou o tempo das sessões de terapia. Freud e Lacan trabalham através da linguagem ou discurso, para desvendarem o “eu inconsciente” do sujeito.

    21. Sonia Cristina Neres disse:

      Muito boa a explanação e resumo sobre Lacan. Estou iniciando o Curso on line. Atualmente vivo na Australia, e apos passar por diversas carreiras e cursos, estou retornando a minha inspiração de infância, a Psicanalise.

    22. silvana cristina f disse:

      O texto é muito objetivo, fácil de ler.
      Estou iniciando e estou na fase da redação e estou emperrada nela .
      Gosto muito dessa área, me delicio estudando os conteúdos e ate acabo dispersando para outros complementares e quando vejo …o tempo passou e não concluo o modulo…. “o tempo urge”. Adoro esse curso!

    23. Paulo Aguiar de Sena disse:

      Freud revolucionou a forma de se pensar a mente, deu vida e voz ao inconsciente, possibilitando maneiras de compreendê-lo, através de suas formas de expressão.

    24. Isabel Cristina de Barros disse:

      Estou amando esse curso,embora já faz algum tempo que comecei mas só agora estou estudando com dedicação, Aposentei assim tenho tempo para dedicar e deliciar com esse conhecimento maravilhoso estou no terceiro módulo, fico muito presa na redação, más bora lá, isso não vai me impedir estou encantada com o conteúdo e as aulas são excelentes. Gratidão

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Isabel, gratidão por sua mensagem! Conte conosco neste caminho! Equipe Psicanálise Clínica

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *