personalidade histérica

Personalidade Histérica: significado na Psicanálise

Posted on Posted in Transtornos e Doenças, Uncategorized

Receber atenção de quem gostamos é uma excelente forma de aquecer o corpo e a alma. Todavia, muitas pessoas acabam exagerando na sua demanda, mostrando uma postura bastante tóxica e chamativa no meio social em que estão inseridas. Hoje nós vamos entender melhor sobre a personalidade histérica e a forma como ela afeta o comportamento de uma pessoa.

O que é personalidade histérica?

A personalidade histérica se trata de uma perturbação na personalidade de uma pessoa que potencializa as suas ações. Nesse caso, as pessoas afetadas se mostram dramáticas, muito sedutoras, exageradas e sempre buscam captar a atenção dos outros. Por isso que elas chegam ao ponto de manipular pessoas e situações para obter o que desejam.

Em outras palavras, os doentes são manipuladores emocionais, fazendo o que podem para monopolizar atenção. Vale dizer que esse comportamento possui um efeito rebote, pois o histérico se torna um ávido dependente da dedicação alheia. Quando ele não recebe a atenção desejada, alimenta sentimentos de frustração e irritabilidade com os quais não sabe lidar.

O transtorno de personalidade histérica está localizado no grupo B de transtornos, compartilhando espaço com os transtornos de Borderline, de Narcisismo e Antissocial. Por isso é comum que os histéricos também possuam características do Transtorno de Personalidade Limítrofe. Ademais, a chance de que os histéricos desenvolvam depressão é maior do que a maioria das outras pessoas.

Luz, câmera, atenção!

As pessoas histriônicas ou histéricas não conseguem lidar com a falta de atenção, tampouco viver sem ela. Nesse grupo há uma crença de que a felicidade somente é alcançada quando se recebe a atenção dos outros constantemente. Em outras palavras, a carência sentida pelos histéricos é como um buraco que suga tudo ao seu redor.

Porém, o desespero faz com que o carente se torne extremista e inconsequente em suas ações. Não raro, observa-se casos de pessoas com personalidade histérica passando dos limites para serem notadas.

A menos que alguém se disponha a dar atenção, o histérico se sente insatisfeito. Por isso que esse carente patológico se entristece ao sentir exclusão, rejeição ou abandono das pessoas ao seu redor. Percebe-se também a oscilação de humor do indivíduo quando as pessoas próximas não respondem positivamente a ele.

Características da personalidade histérica

Um olhar mais refinado pode ajudar uma pessoa a identificar facilmente a personalidade histérica nos outros. De acordo com os especialistas, as características mais comuns da imaturidade emotiva nos histriônicos são:

  • necessidade constante de receber atenção;
  • atitudes infantis;
  • drama exagerado;
  • incapacidade de lidar com decepções e frustrações;
  • comportamento impulsivo;
  • tolerância baixa à monotonia e rotina;
  • relações superficiais sustentadas em interesses egoístas;
  • dificuldade em ficar só;
  • tendência a ser fortemente influenciado pelas próprias emoções;
  • oscilação emotiva resultando em ataques de euforia ou choro constante;
  • ciúme;
  • vaidade exagerada;
  • egocentrismo;
  • hipersensibilidade, de modo a se ferir emocionalmente com facilidade;
  • caráter manipulador;
  • crises de humor permeadas pela raiva ou irritabilidade.

Relações de interesse

Por causa do seu grande egoísmo, os portadores da personalidade histérica costumam ser interesseiros emocionais. Ou seja, os histéricos somente realizam alguma ação com o intuito de receber uma recompensa imediata. No caso, aqui existe uma troca de afeto e atenção, de modo que as suas ações visam o seu interesse próprio.

Assim, os relacionamentos dessas pessoas costumam ser superficiais visando o interesse próprio. Por isso que elas fingem humildade ou caridade. Afinal sabem que as pessoas ajudadas lhes darão muita atenção em agradecimento.

Leia Também:  Crises de Ansiedade: tipos, sintomas e tratamentos

Em virtude disso, os relacionamentos amorosos do histérico tem como objetivo suprir a sua carência. Com o intuito de receber atenção, ele pode se interessar por alguém por saber que outra pessoa sente afeto por ele. Porém, quando se sentir enjoado ou cansado desse relacionamento, tende a faciçmente abandonar o parceiro.

Montanha-russa emocional

Por causa do estado de saúde mental, os histriônicos demonstram com frequência oscilações em seu humor. Esse aspecto de sua personalidade fica claro nas suas falas e comportamentos em público, pois a sua impulsividade chama atenção. Nesse sentido, a instabilidade do humor do histérico se confunde facilmente com o transtorno de Borderline.

Ele pode mudar facilmente da animação para o mau humor. Além disso, o estresse que o indivíduo histriônico sente faz com que ele se irrite facilmente. Em vista disso, manter contato com pessoas desse perfil é como pisar em ovos por conta da sua imprevisibilidade.

As emoções na Terra-do-nunca

Em linhas gerais, quem tem personalidade histérica possui uma imaturidade emocional muito grande. Ainda que cresça fisicamente, essas pessoas permanecem paralisadas em um estágio emotivo semelhante ao de uma criança.

No entanto, esse transtorno de personalidade histérica não surge da fonte de superproteção, que causa infantilidade em algumas pessoas. A grande diferença é que, no caso da superproteção, é possível reconstruir a postura do indivíduo sem tantos problemas. Se ele foi educado para agir como tal, pode ser reeducado para cessar esse comportamento.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

No entanto, no caso do transtorno, é difícil haver amadurecimento da pessoa, pois seu modo de agir é muito inflexível. Dessa forma, os traços de desajuste do histérico podem levá-lo a viver infantilmente até depois dos 30 anos.

Tratamento

O principal tratamento para a personalidade histérica é a psicoterapia ou terapia cognitivo-comportamental. Assim, o paciente poderá se desenvolver. A terapia em grupo também é fundamental para que o indivíduo consiga ter controle sobre comportamentos muito dramáticos ou permissivos. Contudo, sua participação deve ser monitorada para que ele não ache que está na frente de uma plateia e busque se exibir.

No contexto da terapia cognitivo-comportamental, o terapeuta ensina os pacientes a:

  • perceberem os prejuízos que a sua postura mal adaptada causa na própria vida e na dos outros;
  • entenderem como eles podem desenvolver novos comportamentos, de modo a terem uma postura mais sadia;
  • descobrirem quais influências estão agindo sobre eles para não criarem mais comportamentos nocivos;
  • realizarem testes de verificação para que consigam observar suas crenças irreais;
  • encontrarem os danos na própria imagem, de modo que entendam as dores provocadas neles mesmos.

Considerações finais sobre a personalidade histérica

Para que aprenda a construir suas relações de forma sadia, o portador da personalidade histérica deve se dispor a buscar seu autodesenvolvimento. Cada um de nós possui necessidades afetivas básicas, mas não devemos agir como vampiros. Afinal de contas, um histérico pode abalar a vida de alguém enquanto ele mesmo sofre por perpetuar atitudes nocivas.

Assim, investir nas recomendações dadas pelo terapeuta no tratamento vai contribuir bastante para o crescimento do paciente. O caminho para o autodesenvolvimento demanda paciência, algo que o histérico precisa, mas os resultados compensam a dedicação empregada para alcançar um melhor estilo de vida.

Leia Também:  Associação Livre para Freud e a Psicanálise

Para que você consiga compreender e lidar melhor com as interações humanas, se inscreva em nosso curso de Psicanálise. Além de ser totalmente online, o curso se direciona para a ampliação da percepção do aluno, aprimorando o seu autoconhecimento e ressignificando a sua postura. Assim, além de entender as próprias necessidades, você saberá como estudar e resolver situações complexas que envolvem casos de personalidade histérica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + dezoito =