criança interior ferida

Criança Interior Ferida: significado e abordagens

Posted on Posted in Conceitos e Significados

O que seria essa tal falada criança interior ferida? E como a psicanálise pode nos ajudar? Bom, a psicanálise é o método terapêutico criado por Sigmund Freud, e consiste fundamentalmente na interpretação, por um psicanalista, dos conteúdos inconscientes de palavras, ações e produções de um indivíduo, com base nas associações livres.

Entendendo o conceito de criança interior ferida

E esse conteúdo inconsciente tem raiz na infância, pelas situações que a criança passou e as palavras ouvidas pelos seus cuidadores. E elas ficaram na mente dessa criança como uma verdadeira lei. Cabe aí ressaltar que há também a interpretação da criança do que ela ouviu ou passou. Por isso cada um deve passar por uma análise, com um bom psicanalista , porque não existe resposta pronta para isso. Cada um teve a sua experiência.

Cada pessoa interpreta o fato a sua maneira. Lembro –me de um caso me foi contado, que dois filhos de um alcoólatra agressivo e que foram para caminhos diferentes foram entrevistados. Um virou empresário e o outro um agressor. Para ambos foi feita a mesma pergunta, o porquê de terem se tornado empresário e bandido. E o que virou empresário disse: “ cresci vendo meu pai bebendo, agredindo a mim, meu irmão e minha mãe.

Perdendo todo seu dinheiro, gastando com bebidas! Eu jurei pra mim mesmo que jamais seria igual, que ele não era meu exemplo”. E a resposta do outro “ cresci vendo meu pai bebendo, agredindo a mim, meu irmão e minha mãe. Perdendo todo o seu dinheiro, gastando com bebidas, então era esse meu exemplo!

Pensamento e ações da criança interior ferida

Por isso fiquei igual”, A criança então cresce com esse conteúdo que fica lá, latente, comandando suas ações e pensamentos que muitas vezes são nocivos a ela. Então o indivíduo, embora adulto, ainda age como criança em determinadas situações porque essas ações estão em seu inconsciente.

Aí que entra a Psicanálise, eis que através dela pode se chegar ao inconsciente desse indivíduo, resignificando e compreendendo o que houve na sua infância e tirando poder destrutivo daquilo que houve de trauma nela Parece estranho, mas é assim mesmo…nossa criança muitas vezes comanda nossos atos e nossas crenças!

Isso porque quando somos crianças necessitamos de cuidados, necessitamos que alguém nos forneça o suprimento que alimenta tanto a nossa alma quanto o nosso corpo, E ele ás vezes é feito por pessoas feridas também, ou não é feito. Ou é feito equivocadamente. Ou é feito em troca de algo. E assim vamos aprendendo de forma equivocada como é a vida e como nós somos.

Acreditar em nós

Como vamos acreditar em nós mesmos se nossos cuidadores não acreditaram? Infelizmente é assim que uma criança pensa! E pior, vai crescendo com essa crença, com esses equivocados ensinamentos. Imagine a criança pequena, tendo que ser alimentada, cuidada. Ela necessita de alguém para alimentar-se, eis que não consegue nem comprar e nem fazer seu próprio alimento. Então ela passa a se ver completamente dependente desses “ fornecedores”.

São gigantes para ela, afinal! Ela não tem como lutar contra eles! Muitas vezes essa criança desenvolve personalidades, ou melhor, máscaras, para sobreviver. Explico: uma criança que tem uma família agressiva, muitas vezes se torna “ boazinha” para sobreviver naquele ambiente. A criança passa então a aceitar tudo o que lhe falam tudo que lhe dão, pois sabe que caso “ abra a boca” poderá levar um chicotada.

Leia Também:  Origem da Homossexualidade segundo a Psicanálise

E o reflexo disso na vida adulta é terrível, pois ela passa a literalmente aceitar tudo o que lhe dão sem escolher. Ela vive a vida sem saber qual é a sua comida preferida, por exemplo, pois aprendeu que não poderia falar. Aprendeu que sempre tinha que ser a boazinha para que tivesse as coisas e muitas vezes esse boazinha significava aceitar qualquer migalha que lhe davam.

Análise e a criança interior ferida

Com a análise, esse adulto poderá entender isso. Poderá entender que agora, sendo adulto, não precisará mais ser bonzinho. Que pode e deve escolher o que quiser Que pode e deve ser ele mesmo. Que não precisa ser bonzinho para ser amado. Que não precisa ser bonzinho para sobreviver.

Ele vai acessando o inconsciente e descobrindo as situações em que passou na infância e que gerou esse chamados traumas que ocasionaram em uma criança interior ferida. Lembremos que não nascemos para sofrer, para “ pagarmos dívida”. Nascemos para sermos tudo o que podemos ser.

E muitas vezes a criança que está dentro de nós altamente ferida, nos impede disso nos fazendo entrar situações que nos machucam, situações essas que presenciamos e vivemos na infância e que, portanto, para nós, é normal.

Considerações finais

Mas não é normal nos machucar, nos ferir, viver em situações de abuso. Normal é ter paz, ser feliz, ter vida em abundância. Mas a zona de conforto mesmo ruim, nos é familiar e assim vamos ficando nela achando que é normal viver uma vida de sofrimento e laceração. Mas repito: não é! Criança é para ser amada, cuidada, bem alimentada e amada, jamais machucada.

Uma criança machucada pode virar um adulto que machuca. Por isso a importância da psicanálise na descoberta e na cura da criança interior ferida do indivíduo Para que se viva uma vida sem máscaras, para que se atinja o seu potencial.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Enfim, para que o indivíduo se conheça e enxergue suas qualidades que devido aos traumas e as palavras ditas de forma equivocada e mal interpretada na sua infância, achou que não tinha.

    O presente artigo foi escrito por Andrea Carvalho Soares([email protected]). Advogada, poetisa, hipnoterapeuta e estudante de Psicanálise. Autora do livro: “A criança interior ferida: como o que sofremos na infância influencia na vida adulta.”

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.