recalque a neuroses

Recalque a Neuroses e o Inconsciente

Posted on Posted in Teoria Psicanalítica

No recalque a neuroses o desejo reprimido se represa o mecanismo através de uma pessoa expulsa os pensamentos, ou seja, sua consciência, sentimentos ou desejos que acredita serem inadmissíveis, pensar ou desejar, não tolera sentir, ou. desejar; quebrar a barreira do recalque o recalcado ou represa, que é a lentatividade da mente (o não deixar vir a consciência tais eventos ou sentimentos traumáticos), chamado recalque imaginário baseado em sonhos e fantasias, um delírio do sujeito, vendo o inconsciente vindo à tona.

Alguns artigos do blog são criações de nossos alunos. Então, não representam necessariamente a opinião do site. Você sempre pode pesquisar no blog por outros artigos.

Outros artigos sobre recalque e neuroses:

O recalque a neuroses e Freud

Apesar de Freud não comparar, a organização do recalque e seus processos primários nos ilustra o mesmo caminho na neurose. Neurose para Freud são impulsos inconscientes, incompatíveis com a realidade exterior a serem concretizados, o desenvolvido no sujeito um intenso estado de ansiedade e mal estar, se caracteriza o neurótico em subestrutura obsessiva, histérica, angústia, conversão e assim serão determinados também pelo Complexo de Édipo vivenciar pela maneira que o super. Ego se torna presente.

O objetivo a primeira tópica freudiana, já que, todos os sonhos estão ligados as memorias, experiências de infância e/ou recentes sintetizando os estímulos sensórios reais externos e internos os quais são restos diurnos, o próprio nome diz: são recorrentes de que estivemos acordados e conscientes, o conteúdo do inconsciente reprimido.

Ou seja, o sentimento que tiver oculto dentro do nosso inconsciente,” no sono é mesmo que lembramos que sonhamos colocamos deixamos solto e não controlamos o consciente (ego) e a mente se libera, os conteúdos manifestos que são aqueles nos quais os indivíduos podem e/ou não se recorta, e o conteúdo latente o qual está reprimido dentro do inconsciente. E podem ser classificados de deslocamento, condensação e representação/ simbolização.

O recalque a neuroses e o inconsciente

Dessa forma, iremos caracterizar como o inconsciente do individuo os foram citados e classificados anteriormente:

• Deslocamento: o individuo traz consigo no elemento sonho uma censura, a nível latente substitui por fragmentos;

• Condensação: o individuo funde várias analogias /vários elementos comuns em nível latente em um só;

• Representação simbólica: para o individuo é o sentido latente revela o desejo por meio de compensação da realidade de quem sonha, ou mesmo desejos reprimidos.

Analisando a função de interligar o local da psique do individuo, que reprime no inconsciente de memorias, traumas de infância ou manifestações por questões sociais (superego), moral, e quando se realizar o sonho latente, com o simbolismo não real, já que durante o sono o inconsciente através do sonho realiza alucinatoriamente desejo e sempre sustentando a fantasia, o devaneio, consciente, pois o sonho e a fantasia que opera a neurose de modo proteger o sujeito do real e o jogo, em pulsão de morte.

Os mecanismos de defesa

Dessa forma os mecanismos de defesa, e citaremos alguns, na pratica precisa-se analisar com cautela, evitando vínculos emocionais, o indicio de falta de interesse consciente e/ou inconsciente do analisando precisa ser vista e entrar em contato com os próprios ou familiares e um passo para ajudar o tratamento.

O problema de saber o levou a cada individuo a neurose especifica é onde precisar trabalhar as disposições ao desenvolvimento da mesma, alguns pontos de perturbações externos e outros que possam levar o individuam a regredir e/ou mesmo um ponto de fixação; pontos (libidinais); que é de histeria.

Neurose processo pulsional e o recalque a neuroses

Definir a neurose de transferência que é o desenvolvimento ou distúrbio mental que compreende a causa do conflito entre o ego e o id, dessa forma o pensamento racional não interfere na capacidade funcional, mas o ego entra em distúrbio com mundo externo; transferências são quando o ego do individuo se defendem contra o impulso mediante o mecanismo de repressão a defesa da repressão, deslocamento, formação reativa, somatização, e conversão.

Reconhecer características como, por exemplo, os seus recalques, Transferência

Considerando que a transferência pode ser a transferência positiva caracterizada por sentimentos amistosos e afetuosos e a transferência negativa por sentimentos hostis, como: transferência positiva é constituída de sentimentos bons que são admissíveis à consciência, e a negativa é composta de sentimentos hostis e agressivos em relação a analise e /ou analisando; ocorrendo quando o desejo do paciente irá se apresentar atualizado, com uma repetição dos modelos infantis, as figuras parentais e seus substitutos serão transpostos para o analista, e assim sentimentos, desejos.

Leia Também:  Atos falhos: significado e exemplos na Psicanálise

Não podemos deixas lembrar-se da contratransferência, o ser analisada como um reflexo da transferência do paciente no psiquismo do analista funciona como guia para permitir antecipar reações, sentimentos e até mesmo pensamentos do analisando e ocorrer uma projeção de conteúdos inconscientes positivos ou negativos no outro – do cliente para o profissional –, enquanto na contratransferência é o profissional que faz transferências ou projeções para o seu analisando.

Concluindo a pulsão de vida, ver a nossa percepção interna o Principio de Prazer, com os principio tópicos, há questões do id, e que em sonhos e fantasias são demostradas e algumas lembramos ou não ao despertar.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Neurose e suas características segundo a psicanalise

    A neurose segundo a psicanálise freudiana são conflitos de desejos de nosso inconsciente, uma ideia de desenvolvimento de traumas de regressão /adquirida na infância ou ao logo da vida, para o neurótico certos impulsos inconscientes são incompatíveis com a realidade exterior, quase impossíveis de ser realizados desenvolvendo ao individuo um estado de ansiedade, angustia e mal estar, a neurose e caracterizada por um sentimento consciente do sujeito com o objeto externo, apresentado instabilidade emocional como preocupação, angustia, sentimentos obsessivos, o a disposição ao progresso da neurose diante a realidade externa.

    Há neurose especificas, caracterizadas de acordo de pessoa a pessoa, a neurose pode se manifesta de maneira corriqueira, preocupação ou traços de alterações de humor e fobias, medos, histéricos, obsessivos(que pode causa o ponto de fixação) também conhecido a fase libidinal. A fixação e estabelece um ponto de fixação de angustias e incertezas, o abandono do prazer, é como um ponto de fuga e defesa para onde a libido pode ou não regredir em situações especificas, segundo bibliografias freudianas como, citando que a fixação no predispõe o interno a regressão, o destino à neurose.

    Claramente o sujeito neurótico tem uma de sorte de progressiva ao distúrbio mental causado conflitos entre o EGO e o ID, o pensamento racional não inteire em capacidade, todavia têm conflito com a realidade externa.

    Os tipos de neurose – recalque a neuroses

    Neurose de Angustia – produz sentimentos de angustia, decorre do acumulo de angustia uma energia pulsional de morte e desprazer, uma excitação somática de natureza sexual não descarrega por ação psíquica causando medos e reações som ativa inadequada;

    Neurose de Ansiedade – são sentimentos e emoções perturbadores nervosismo, culpa frustração somada à irritabilidade, tal sentimento de angustia e ânsia, acarreta sintomas fisiológicos como boca seca, palpitação, e dor no peito;

    Neurose de transferência -a neurose- de transferência pode causa mal estar ou bem direcionada usa-la de maneira positiva, citamos a cima o deslocamento, projeção, identicação; Somatização – se manifesta no, estado emocional em conflito em doenças físicas;

    Ainda sobre os tipos

    Isolamento afetiva- o isolamento é mecanismo de defesa segundo Freud em separa o pensar do agir (em relações de amizade, trabalho etc.). Mecanismo de regressão- é o retorno anterior a atual reduzindo a alivia a ansiedade; Conversão- é uma transposição de um conflito psíquico que o corpo busca gerando descargas de efeitos, por exemplo, tremores, e paralisias.

    Neurose Obsessiva- é caracterizada por manifestações psíquicas de culpa, sofrimento, de pensamentos e desejos obsessivos ato repetivos, como, a transtorno. Obsessivo compulsivo (TOC)-caracterizado por pensamento, ou atos motores repetitivos dissocia-vos que estabelece ao ego a pessoas e manias, por exemplo, limpeza em excesso, simetria de objetos e outros.

    Neurose Histérica- são conflitos de recalques caracterizados de origem infantil é uma característica a conversão somática com sintomas e transtornos dissociativos. Fobias – são ligados a transtornos de ansiedade caracterizados pelo medo, mesmo que não haja perigo.

    Estudos freudianos

    Na neurose a direção da construção de “cura” o caminho de destruição subjetiva pela travessia da fantasia, então a reduz o gozo a reorganização dos sintomas em criação própria, precisamos salientar que não se pode curar o que não e doença e sim um distúrbio cognitivo-comportamental que pode se tratada de com psicoterapia e/ou psicanalise mais recomendado de pessoa a pessoa o qual se vê a relação ao sofrimento e dores emocionais, depressão, ansiedade ou estresse.

    Reconhecer por estudos freudianos que a vida mental inconsciente do individuo ditos normais e de um neurótico são distintos pelos traumas, recalques e desejos passados que fora em seu consciente se torna, pensamentos perturbadores ou não? Desenvolvendo sentimento da neurose sim ou não, já que ira depender da influencia de equilíbrio psíquico comportamental /afetivo de cada um.

    Leia Também:  O método psicanalítico segundo Freud

    Dessa forma, saber que a Pulsão de Vida de subdividi e nos coloca e específicos compor tantos é importante: Pulsão agressiva e uma pulsão (orgânica) uma junção da pulsão sexual (conservação) a vaidade, raiva a desconsideração do superego (questões morais), se aplica sadismo, masoquismo, são chamados de perversos, dado a pulsão agressiva, sabemos que o sadomasoquismo, que é uma pulsão de morte, uma vez que o individuo acarreta punições, sofrimento a si /e ao outro sem sentimento de culpa, pelo contrario, eleva seu “eu”, o prazer do desprazer, passa de neurótica a crime dependendo do grau de punições que o individuo pratica o seu prazer da dor de seu desprazer, a o individuo pode ser interditado.

    Pulsões orgânicas

    Trataremos respiração, olfato, visão, sim as pulsões orgânicas são sensações involuntárias, pois ao respiramos sentimos cheiros que nos remetem ao passado que o inconsciente guardou e tal cheiro nos traz lembranças de traumas, pessoas ou reproduzem momentos inesquecíveis; a pulsão da visão, que nunca chegou a um lugar e achou já estivesse visitado aquele lugar, ou ao ver alguém à impressão de conhecer, sim é lapso de memoria infantil e algo manifesta segundo do nosso inconsciente e pode nos acarretar recalque e desejos reprimidos.

    A peculiaridade das pulsões e o gozo excessivo são a problematização que constituir o inicia do processo progressivo das neuroses e o desconsiderar os sintomas e suas somatização ainda frequentes, a pulsão de morte que acarreta sensações depressivas medo, dor, problemas alimentares, síndrome do pânico e outro, nos acompanhando da infância. Esse caso nos mostra alguns comportamentos que vem da infância, e pulsões sexuais, recalque, histerias psicoses e/ou neurose podem está interligados, até mesmo ao um Complexo de Édipo mal resolvido.

    Conclusão sobre o recalque a neuroses

    Resumindo sobre o recalque a neuroses, somos seres oriundos de instintos, e com a evolução, criamos relações afetivas, desejos, ideias predeterminada a auto conservação pulsional de satisfação humana e pulsões sexuais que nos coloca a satisfação em contato com o outro, portanto, é preciso ressaltar que muitas vezes as pulsões são confundidas com instinto, questão é o tal instinto humano que questionam comportamento da relações homo, bi, pansexual.

    Como anomalias do comportamento humano são pulsões sexuais, os recalques, e reprimem a aceitação do comportamento humano, culpa que é trazida de traumas de infância, que daqueles que sentem medo que todo tempo, medo de ser punido (trauma de punição de pais), o que desenvolve o sujeito um imenso mal estar gerais incompatíveis a realidade.

    JORGE, Marco, Fundamentos da Psicanálise de Freud a Lacan, vol. 1, As bases conceituais °1º ed. editora: Zahar 2017.

    Este artigo sobre recalque à neurose foi escrito por Elane Cristina De Araújo, aluna do curso de formação.

    2 thoughts on “Recalque a Neuroses e o Inconsciente

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.