significado de consistência

Consistência: significado no dicionário e na psicologia

Posted on Posted in Comportamento

Para consistência existem vários conceitos e significados, à princípio, leva a ideia de firmeza, estabilidade, algo que não muda. Entretanto, para psicologia, vai além, pois se relaciona, em suma, ao modo como as pessoas são influenciadas, e como isso reflete em seus comportamentos sociais.

Ainda mais, atitudes consistentes ajudam o cérebro diminuir as dúvidas e trabalhar com mais assertividade. Conforme estudos, a consistência deixa as pessoas menos estressadas, tendo em vista que leva a previsibilidade e regularidade sobre as situações cotidianas.

Significado de consistência

A palavra, no dicionário, significa aquilo que é homogêneo, tem coerência, firmeza. Ainda, se refere a densidade de coisas, por exemplo: consistência gelatinosa. A lista é imensa, mas, em síntese, no sentido da palavra, é o estado, natureza ou qualidade do que é consistente.

No sentido etimológico da palavra, vem do latim consistentĭa, que significa manter-se; consentir em.

Qual sinônimo de consistência?

Para facilitar o entendimento, segue relação de sinônimos, conforme o sentido da palavra, respectivamente:

  • densidade de uma substância: aspecto, textura, aparência;
  • espessura e dureza de uma substância: solidez, compacidade, grossura, encorpamento;
  • coerência de ideias: compatibilidade, coerência, lógica, realidade, veracidade;
  • regularidade e perseverança para realizar algo: constância, persistência, estabilidade.

Nesse sentido, para a temática deste artigo, passará a entender mais sobre os últimos dois pontos, quais sejam: (a) coerência de ideias; (b) regularidade e perseverança para atingir um objetivo.

O que é consistência?

Como dito anteriormente, o termo tem sua definição de acordo com seu contexto, ou seja, é utilizado de diversas formas, sobre diferentes aspectos. No geral, consistência é a relação de coerência entre partes e substâncias ao seu entorno.

Em outras palavras, é a maneira de medir o nível de confiança entre itens correlacionados. Para que, assim, seja possível estabelecer suas formas e o quão são consistentes.

Defina consistência | Qual definição de consistência para psicologia?

Para psicologia, a consistência tem determinadas especificidades, relacionando-a ao comportamento psicológico humano. Nesse ínterim, refere-se à tendência das pessoas de se comportarem de uma maneira que corresponda às suas decisões ou situações passados.

Princípio do compromisso e da consistência comportamental

A consistência comportamental consiste na forma que adotamos como padrão para facilitar a tomada de decisões: é mais fácil tomar uma decisão e permanecer consistente com ela do que tomar uma nova decisão toda vez que nos deparamos com um problema.

Do ponto de vista evolutivo, a consistência comportamental pode ser exemplificada para a seguinte situação: em um ambiente social, pessoas imprevisíveis têm menos probabilidade de serem apreciadas e prosperarem.

Em resultado, as pessoas não apenas se esforçam para se comportar de forma consistente, mas também se sentem bem em relação à consistência em suas tomadas de decisões, mesmo quando confrontadas com evidências de que suas decisões foram errôneas.

Ninguém gosta de ser conhecido como mentiroso, sendo assim, quando as pessoas fazem compromissos ou promessas públicas, quase sempre vão querer respaldar essas palavras com ações. Eles têm pouca escolha: devido à reputação, eles devem fazê-lo. No mundo da psicologia, esse é um princípio conhecido como consistência.

Consistência cognitiva

A consistência cognitiva é uma teoria psicológica que propõe que os seres humanos são motivados por inconsistências e um desejo de mudá-las. As inconsistências cognitivas causam desequilíbrio nos indivíduos e a tensão desse desequilíbrio motiva as pessoas a alterar essas inconsistências.

A tensão surge quando os pensamentos entram em conflito entre si e essa tensão cria uma motivação para mudar e corrigir a inconsistência. Quando esta tensão é menor, o indivíduo atinge o equilíbrio.

Então, para consistência cognitiva, as pessoas procuram sempre antecipar consistência, pois as inconsistências criam desequilíbrio e dissonância nos indivíduos. Dessa forma, a tensão motiva os indivíduos a criar consistência para alcançar o equilíbrio.

Como princípio psicológico, comprometimento e consistência referem-se às escolhas que as pessoas fazem para acreditar mais fortemente nas decisões que já tomamos para evitar a dissonância cognitiva (uma situação em que você tem crenças ou comportamentos conflitantes).

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Nesse sentido, o princípio da consistência afirma que as pessoas possuem motivações em direção à consistência cognitiva e mudarão suas atitudes, crenças, percepções e ações para alcançá-la.

    Leia Também:  Gentileza: significado, sinônimo e exemplos

    Como ser consistente? | Como se comporta uma pessoa consistente?

    Em síntese, ser uma pessoa consistente resulta como uma orientação efetiva para a vida, como se fosse um atalho para tomar as suas decisões. Em outras palavras, ela faz com que a quantidade de informações sejam menores e, consequentemente, toda complexidade que se deve considerar.

    Uma vez que alguém se compromete com algo, pretende ser vista como uma pessoa consistente, diante deste compromisso firmado. Então, chega-se a conclusão de que as escolhas dos indivíduos exerce, sobre ele, um grande poder, fazendo com que ele permaneça firme em suas decisões.

    Surpreendentemente, o compromisso consegue remodelar a maneira como a própria pessoa se vê. Nesse sentido, passa a ser mais confiante e aceita mais os desafios da vida. Em resultado, a maneira como encara novos compromissos, fato que reflete positivamente em sua auto-imagem.

    Portanto, ser uma pessoa consistente tem relação com a experiências vividas pela pessoa. Assim, quanto mais consistente o indivíduo for em seus atos, melhores serão suas reações diante dos desafios que a vida pode trazer. Sendo assim, será mais produtivo em diversos aspectos.

    Afinal, você é consistente?

    E então, você se considera uma pessoa consistente? Nos conte se suas atitudes consistentes tiveram resultados negativos ou positivos, deixando seu comentário logo abaixo. Também tire todas as dúvidas sobre o assunto, assim, com certeza agregará mais conteúdo a este estudo.

    Além disso, se quer saber mais sobre a mente humana e a explicação para seus comportamentos, conheça nosso curso de formação em Psicanálise 100% EAD. Vale destacar que este curso poderá agregar em sua profissão atual, pois um advogado, um professor, um terapeuta, um profissional da saúde, um líder religioso, um profissional de coach, um vendedor, um gestor de equipes e todas as profissões que lidam com pessoas, podem se beneficiar com os conhecimentos teóricos e práticos da psicanálise.

    Por fim, curta e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Isso nos incentivará a continuar produzindo conteúdos de qualidade para nossos leitores.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.